Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Lá fora, não há crise.

por jonasnuts, em 11.06.08

Tenho 3 litros de gasolina no depósito do meu Smart (que não leva muito mais que isso, diga-se).

Esta manhã tinha 5 litros, e as bichas nas bombas eram de tal maneira, que ou abastecia, ou ia trabalhar.

 

Optei por ir trabalhar, eu sei que não está na moda, mas eu sou assim, uma conservadora, uma tradicionalista. No regresso a casa, as bombas estavam sem gasolina. Nada. Nem uma gota. Nem o depósito me permite andar à procura de um sítio onde ainda talvez, se calhar, quem sabe, haja gasolina.

 

Não sei como é que levo o puto à escola, amanhã, e não sei como é que vou trabalhar. Logo se vê.

 

Mas lá fora, celebrando a vitória de Portugal sobre a República Checa, os carros passam, aceleram, apitam. Não sei, se calhar decidiram diferente de mim, e não foram trabalhar, meteram-se na bicha, e abasteceram para poderem agora estar a festejar.

 

Portanto, não trabalha quem teve de ir para a bicha, não trabalha quem era suposto levar a gasolina para os postos de abastecimento, não trabalham os agentes da lei que deveriam impedir o corte das vias, os políticos, os que deveriam agir para que a paralisação não afectassem quem os elegeu, e os da oposição que deveriam no mínimo, ter um discurso que os afirmasse como alternativa aos que lá estão.

 

Estou a pensar numa forma fina e polida de dizer a coisa, mas não me ocorre.

 

E se fossem todos para a puta que vos pariu?

Autoria e outros dados (tags, etc)



14 comentários

Sem imagem de perfil

De Joaquim Duarte a 11.06.2008 às 20:55

Nao podia estar mais de acordo. E mais, temo que se assim continuarmos no Euro nao sei das quantas, esgotemos as nossas reservas de gasosa tal é a crise que nao se sente para certas pessoas.

3 Vivas para este Post
Sem imagem de perfil

De Jorge Augusto Duarte Carvalhinho a 11.06.2008 às 21:01

Gostei . Tambei eu me encontro a trabalhar e como ja comentei no Expresso online ....


Curioso estou a Trabalhar como sempre e acabo de ver os "Compatriotas" que votaram PS ,que estão Desempregados ,Que reclamam da Crise na Fontes Pereira de Melo ,Mãos no volante ,Embriagados de Sagres em Punho , em suas viaturas direitos ao Marques de Pombal . Ainda bem que eles com os seus empregos e fundos de Desempregos tem dinheiro para andarem com os carros atestados de Diesel para andarem ai as voltas . Não existe motivo de arrelia . Os Postos de Abastecimento estão cheios de combustivel ao preço da chuva para voltarem a re-abastecer de modo a irem comemorar vitórias que nada trazem ,da maneira que nesta semana de "pontes" possam ir á Praia banharem a Tristeza de seu desemprego . Espero que estes depósitos estejam bastantes cheios como no outro Euro para comemorarem até ao fim com a Vitória da Grécia .
Enquanto continuo a Trabalhar sinto Vergonha de ser Portugues .
Dêm futebol ao Povo que ele esqueçe ....
Sem imagem de perfil

De dextro a 11.06.2008 às 22:23

Realmente também achei estranho como é que havia tanta gente a celebrar a vitoria com os carros (serei o unico a achar isso profundamente parolo?) e mais estranho ainda como é que ás 9 da manhã em Lisboa parecia Domingo de Agosto tal era a ausência de carros na estrada :|
Imagem de perfil

De Nuno Barreto a 11.06.2008 às 23:08

Pois é, é uma bela festa. Querem sair da crise, mas não é a trabalhar, é a pedinchar (ou reivindicar os "direitos", para usar a linguagem política). País de contra-sensos...
Sem imagem de perfil

De Rui Cruz a 11.06.2008 às 23:25

Por momentos pensei que estava a ler o meu blog.

Continua!



Rui
Sem imagem de perfil

De Saci a 11.06.2008 às 23:25

Deixámos de procurar os postos com combustivel mais barato para procurar postos que tenham algum.
Sem imagem de perfil

De Siri a 11.06.2008 às 23:42

Como pessoa responsável, optei também por ir trabalhar. Dou-me conta que afinal não passo de parola por pensar desta forma, dado que os premiados nunca são os "certinhos".

Resultado:
Com meras gotas somente para ir até a uma bomba de gasolina quando os dirigentes pararem de coçar a sarna, consulto neste momento o site da Vimeca. Amanhã espera-me um longo dia de "passeio" em autocarro desta companhia.

Geralmente saio de casa às 8.45 p entrar às 9.
Amanhã terei de estar antes das 7.22 na paragem, para garantir lugar e procurar usufruir de um trajecto que, caso não apanhe transito me garanta estar a 600metros do meu local de trabalho.

Sem horário de saída, nem sequer faço previsões pois a partir das 20h só existem autocarros de 30 em 30 minutos. Vai ser lindo, vai.

Imagem de perfil

De AnaD a 12.06.2008 às 00:35

Hoje tive de atravessar o Marquês por volta das 19 horas ...

"E se fossem todos para a puta que vos pariu"???

Contem comigo numa vaquinha ... e compremos um GPS para garantir que eles não se perdem
Sem imagem de perfil

De Flávia Paluello a 12.06.2008 às 09:12

Concordo em género, número e grau e não poderia ter dito melhor.
Só me fica uma questão, se não tivéssemos a histeria colectiva será que tinham existido tantos problemas?
Sem imagem de perfil

De João Silas a 12.06.2008 às 11:07

Terrível eu nunca tinha visto uma coisa assim. Isto está mau. Guerra civil parece-me viável para acabar com isto :|

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo