Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Das palavras

por jonasnuts, em 02.06.08

Sempre que me refiro ao momento em que  o meu filho estava a nascer, uso o verbo parir.

 

Noto, no entanto, que muitas pessoas torcem o nariz, e ficam a olhar para mim de lado.

 

Quando as questiono acerca da alternativa, falam-me com frequência em "dar à luz". Ora, dar à luz é ligar um interruptor, e é um eufemismo tão poeticamente distante da realidade de um parto, que me soa sempre deslocado. Dar à luz não tem nada a ver com um parto.

 

Quando eu dei à luz, foi esta manhã quando acendi a luz da casa de banho.

 

Dizem-me que parir, parem as vacas.

 

Assim, quais são as alternativas, sendo que "dar à luz" não é uma opção?

Autoria e outros dados (tags, etc)



19 comentários

Imagem de perfil

De Isa a 02.06.2008 às 11:56

Às vezes digo "parir" mas não gosto.. perfiro "explodir" ou "c*gar ossos" lol "dar à luz" é um bocado gay..mas isso sou eu, que ainda nunca passei por tal coisa, portanto não sei associar o momento com uma expressão digna de tal ^^
Imagem de perfil

De jonasnuts a 02.06.2008 às 15:26

Cagar ossos (eu não gosto de asteriscos) não me parece uma boa expressão.
Não só porque não é bem pelo mesmo sítio que saem uma coisa e a outra, como se presume que haja mais que ossos.

Quando puderes falar do tema com (mais) propriedade logo falamos :)
Imagem de perfil

De pedrocs a 02.06.2008 às 17:54

"Ainda" não passaste por isso?... Isa... há uns tempos dizias "nunca passarei", agora é "ainda"? :-)
Sem imagem de perfil

De Crisálida a 02.06.2008 às 13:21

Engraçado tu escreveres isso. Semana passada eu estava escrevendo um post e escrevi a frase: "Nem quando fui parir"... logo em seguida passou pela minha cabeça: "hum... vou escrever isso e um bando de gente vai escrever que parir é coisa de animal e tudo o mais. deixa eu trocar essa merda por 'dar a luz' que assim o tema do post não sai do foco"...
Acho mais bonito falar "dar à luz", que apesar de não ser a expressão literal para o ato de parir, acabou por tornar-se uma expressão usada mais para isso, tal como em tantas outras situações linguísticas. Mas tb não vejo problema algum em dizer "parir".

Beijnhos. Bom dia de trabalho pra ti. :-)
Imagem de perfil

De Ena Rot a 02.06.2008 às 13:33

Nunca trabalhei em obstetrícia, só fiz estágios quando era aluna, há muito tempo.
Andei a bisbilhotar os livros de Enfermagem, dessa altura, que há cá por casa.
É parir o termo que usam.

Alternativa, tendo em conta só o período expulsivo, quando expulsei o meu filho... ;)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 02.06.2008 às 15:40

Ehehehe, expulsar parece que o puto é maior e vacinado, e fez cagada da grossa, estou a expulsá-lo de casa :)
E parece uma coisa sobre a qual temos controlo, quando, na verdade, naquele momento, não se controla absolutamente nada. :)
Sem imagem de perfil

De Bino a 02.06.2008 às 15:58

A palavra parir não me incomoda. Mas como alternativa pode-se falar em ter o parto</p> ou então, nascimento, se quisermos mudar o sujeito da frase.
Imagem de perfil

De pedrocs a 02.06.2008 às 18:01

Mas então... parir é o termo correcto. Vem de parto. Uma mulher com vários partos é chamada multípara, porque pariu várias vezes. E parto... terá qualquer coisa a ver com "separação", do latim, talvez? Não sei.

Dar à luz não tem nada a ver com interruptores porque isso é "acender" a luz. Dar à luz é muito mais piegas que isso e implica que a criança viveu na escuridão nove meses e que agora, a mãe está a entregá-la a um novo mundo, cheio de luz.

É muito bonito e poético, sobretudo se a mãe perder o controlo dos esfíncters e estiver a sangrar profusamente da episiotomia enquanto "dá à luz".
Imagem de perfil

De pedrocs a 02.06.2008 às 18:02

Mas então... parir é o termo correcto. Vem de parto. Uma mulher com vários partos é chamada multípara, porque pariu várias vezes. E parto... terá qualquer coisa a ver com "separação", do latim, talvez? Não sei.

Dar à luz não tem nada a ver com interruptores porque isso é "acender" a luz. Dar à luz é muito mais piegas que isso e implica que a criança viveu na escuridão nove meses e que agora, a mãe está a entregá-la a um novo mundo, cheio de luz.

É muito bonito e poético, sobretudo se a mãe perder o controlo dos esfíncters e estiver a sangrar profusamente da episiotomia enquanto "dá à luz".
Imagem de perfil

De pedrocs a 02.06.2008 às 18:03

Comentei uma vez e deu erro e portanto comentei segunda vez e agora há dois comentários. Que grande foda-se!
Sem imagem de perfil

De Saci a 02.06.2008 às 19:13

Parir, sem dúvida.
Até acho uma palavra com sonoridade à altura do acontecimento.
Sem imagem de perfil

De Marta a 02.06.2008 às 20:45

Quando eu falo no assunto digo "preparação para o parto", em "trabalho de parto", "já tive dores de dentes e de ouvidos bem piores que as do parto" ou em alternativa, "quando a minha filha nasceu".
O verbo parir, apesar de o achar correcto é um pouco rude e para isso já bastou o parto.

Já agora . . . como é que se conjuga
eu paro
tu pares
ela pare
nós parimos
vós paris
elas parem . . .
Sem imagem de perfil

De Saci a 02.06.2008 às 23:55

"Parir" é um verbo defectivo, ou seja, um verbo que não possui conjugação completa.

Outro exemplo é o verbo "falir" que não é conjugado na primeira pessoa do presente do indicativo. Não se diz: "eu falo".
Sem imagem de perfil

De Daniel Marques a 04.06.2008 às 00:26

Não me queres dar umas aulas de língua... portuguesa?

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo