Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Crianças desaparecidas

Hoje estou na IIIª Conferência Europeia dedicada ao tema das Crianças Desaparecidas e Exploradas Sexualmente, este ano, com ênfase especial na Segurança na Internet. A organização é do Instituto de Apoio à Criança.

 

A decorrer no Novo Auditório da Assembleia da República, cá estou eu, chegada directamente da escola do meu filho onde o deixei a fazer a prova de aferição de matemática.

 

Este não é um tema fácil, para mim, e o auditório está compostinho. Na abertura da sessão discursou Manuela Eanes (que estava a falar quando cheguei), e ao seu lado o Procurador Geral da República. Interrogo-me, em silêncio, sobre o que pensará o Procurador sobre a incidência da conferência deste ano. Ênfase especial na segurança online. Tendo em conta que para este senhor os Blogs são uma corja (não sei se foi esta a palavra, mas foi este o teor), o que pensará ele sobre o online?

 

Não sei, mas sei que não é aqui que vai descobrir. Numa conferência onde se dá ênfase especial à Segurança Online, o meu computador está orgulhosamente só no auditório. Deve haver mais, porque eu vejo as malas, mas a funcionar, o meu é o único. Provavelmente porque aqui nã há acesso à Internet. Bem fiz uma busca à procura de redes wi-fi, mas aparentemente a Assembleia da República acha que não precisa de wi-fi no seu novo auditório. Essas modernices hão-de chegar mais tarde. Daqui a uns anos.

 

Pausa para coffe break, uma multidão de jornalistas rodeiam os intervenientes principais. Não sei de que falam, aposto que o nome Maddie está nas bocas do mundo. Cheira-me que se não fosse a Maddie, esta conferência seria menos participada. Muito menos participada. Mas também posso ser eu e o meu cinismo, pode ser que esteja enganada.

 

Muitos agentes da autoridade. Parece-me bem o interesse e a participação. Vamos ver no que vai dar o resto do dia.

 

Os trabalhos vão começar dentro de momentos, pode ser que agora que acabaram os discursos, se anime o debate, e se possa trabalhar a sério. Eu sei, eu sei, sou cínica, mas tenho este lado ingénuo, que persiste.

2 comentários

Comentar post

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D