Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





subscrever feeds


Arquivo



Aparentemente existe em Itália uma proposta de legislação (leia-se controlo) sobre os Blogs.

Não aprofundei, mas parece que vão propor registos obrigatórios, impostos e a supervisão (pelo menos registada) de um jornalista com carteira profissional.
Mais informação aqui e aqui.


Tendo em conta o que alguns dos nossos poderes pensam sobre Blogs (a começar no procurador geral da República, e continuando com o caso Do Portugal Profundo), quanto tempo até tentarem fazer o mesmo aqui em Portugal?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Duelo de gadgets

por jonasnuts, em 25.10.07
Ontem fui ao Porto, por motivos profissionais.

Apanhei o AlfaPendular das 7 da manhã (sim, acordei de madrugada), e depois regressei no das  13h47.
A rede continua a ser muito precária, e mal dá para nos aguentarmos online mais do que 5 minutos seguidos, mas pronto, sempre dá para trabalhar alguma coisa.

Na viagem de regresso fiquei sentada naqueles lugares que são virados para os da frente, têm uma mesinha e tudo. Fiquei à frente de dois senhores de negócios.

Entrei, cumprimentei, e sentei-me.
Ia descansar por uns minutos, e só depois instalar a chafarica, mas os senhores sacam dos seus portáteis (um HP e outro de marca branca). E eu pensei, eh lá, isto não pode ser, estão dois contra uma, vamos lá equilibrar as coisas.

Saco da minha marmita (que é como eu chamo ao MacBook).

Eles olham um para outro, semicerram os olhos na minha direcção e sacam das placas 3G.
Eu levanto os cantos dos lábios, e saco do meu telemóvel.
Digo: Ainda usam placas 3G? Não vale a pena. Os telemóveis já têm 3G.
Eles ficam momentaneamente curiosos, desarmados. Mas como é que liga o telemóvel ao computador?
É simples, respondo, não ligo com fios, que isso também já é coisa do passado. Ligo via bluetooth.
Toma. Embrulha.

Mas eles não desarmam. Chega o revisor da CP, e eles todos contentes sacam do bilhete que  imprimiram em papel, e dizem, nós comprámos os bilhetes online.

Eu destilo superioridade.

Eu também comprei o bilhete online, mas eu não imprimo, isso gasta muito papel, digo, enquanto passo o telemóvel com o SMS ao revisor.

Eles já não sabem o que hão-de fazer.

Mas o golpe de misericórdia ainda estava para vir.

Passa o senhor do comboio que distribui os phones, eles aceitam, eu declino.

Olham cúmplices um para o outro. Toma, já a caçámos.

Perguntam: Isso não tem música?

E eu respondo, enquanto vasculho a minha mochilinha, tem música sim senhor, mas eu não uso esses phones, que não têm qualidade de som, nem noise reduction.
Saquei dos meus Bose - Acoustic Noise Cancelling - QuietComfort3, liguei-os, pedi licença, as armas regressaram aos coldres e retirei-me para o iTunes, com um ar ligeiramente enfastiado

Autoria e outros dados (tags, etc)

Explicação

por jonasnuts, em 23.10.07
A todos os que me perguntaram o que era isto:



É uma parede de armários (presumo, pelo menos a parte dos armários), e está por trás da mesa de trabalho do Pedro Ribeiro, na Rádio Comercial. Queria demonstrar que nos Blogs do SAPO dá para tirar um foto com o telemóvel, e enviar por MMS para um endereço de mail que coloca de imediato a foto no Blog.

Está desvendado o mistério :)

E o Pedro Ribeiro está com os seus Dias Úteis, nos Blogs do SAPO.

Two down, one to go.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caros Senhores do Jornal da Região

por jonasnuts, em 23.10.07
Gosto pouco de fazer links para o meu próprio Blog, da mesma forma que gosto pouco de fazer links para Blogs notáveis. E digo notáveis na mais sincera prova de respeito.

Portanto, este post é um dois em um, tem link para um post que escrevi há pouco tempo, e tem link para um notável. Que se lixe, é por uma boa causa, e não é para proveito próprio, pelo menos directamente.

Senhores do Jornal da região, um dos últimos posts do Blog A Origem das Espécies não é um post. É um abaixo assinado e, na sequência do que já aqui referi antes, eu sou das que assinam por baixo do que por lá foi dito.

Tomem nota se faz favor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gosto pouco de chicos espertos.
Chicos espertos ao volante comigo têm poucas hipóteses.

Aqueles caramelos que saem da mesma fila em que eu estou, lá atrás, vão para a faixa da esquerda, que está a andar mais rapidamente, e depois, mesmo à entrada do túnel do Marquês (sentido Monsanto - Lisboa) tentam meter-se à sucapa, de novo na faixa da direita.

Não gosto.

Não gosto e não deixo.

Acelero, à minha frente não entram.

O condutor do veículo com a matrícula XN-60-15, esta manhã, fez o que tantos outros fazem. Tentou ser chico esperto. E aconteceu-lhe o que acontece aos outros. Foi entalado.

Então se são assim tantos, porque é que este teve direito a ver a sua matrícula anotada, e teve direito a post?
Porque este caramelo, puto da vida por ter sido entalado usou a sua sirene não uma, mas duas vezes.

Caro senhor proprietário do veículo com a matrícula XN-60-15, a sua atitude, que pretendeu ser, presumo, intimidatória, teve o efeito contrário. Em vez de proceder como habitualmente procedo com os chico espertos (entalo-os e depois ou os ignoro ou, se estão realmente pissed, digo-lhes adeus), desta vez, dei-me ao trabalho de anotar a matrícula, e deixar o post a fermentar para quando tivesse tempo e pachorra.

O tempo em que autoridades chica-espertas intimidavam os cidadãos com uma simples demonstração (sonora) da sua existência, já lá vai.
Se por acaso não se tratava de um agente da polícia à paisana, num carro civil mas apetrechado com uma sirene, a alternativa não é melhor. Era um carro shunado.

E toda a gente sabe que, melhor que entalar um chico esperto, só mesmo entalar um chico esperto do shunning.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Glutões do Presto

por jonasnuts, em 21.10.07
Eram uns bicharocos, que davam uma trabalheira a dizer, e que estavam dentro do dertegente para a roupa. O Presto.

Eu queria mesmo era encontrar o spot de publicidade dessa coisa. Deve ter uns 30 e poucos anos.

E já devia estar espalhado pelo youtube ou pelos vídeos do SAPO.

Para quando um arquivo dos filmes publicitários portugueses?

Alguém sabe?

Autoria e outros dados (tags, etc)

O caso James Watson

por jonasnuts, em 21.10.07
Não é de agora. Já há muitos anos que o Desidério Murcho escreve bem. Conheci-o quando ele teve uma página no Terràvista.

O caso James Watson (o vencedor do Nobel que proferiu afirmações alegadamente racistas) tem dado que falar e que escrever.

O melhor post sobre o tema foi escrito pelo Desidério. E pode ser lido aqui. (Só é pena que esteja no Blogspot).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porreiro, pá.

por jonasnuts, em 21.10.07
Este não é (graças a deus) um blog de política, e eu não gosto particularmente do estilo socrático. Este foi o disclaimer.

Anda a blogosfera portuguesa com a dita aos pulos porque o primeiro ministro no conforto, sossego e intimidade de um abraço, deixou escapar um escabroso "porreiro, pá".

Ora, porreiro e pá são duas palavras usadas pelo português comum. Não se podem considerar palavras do léxico coloquial, mas fazem parte da linguagem das pessoas normais.

Eu uso ambas, com frequência. Não que isso faça de mim uma pessoa normal, mas a questão aqui não sou eu.

Prefiro um político que deixe transparecer uma nota de normalidade no seu discurso, do que um que se afasta com um discurso demasiado elaborado, que ninguém percebe. Gosto mais de pessoas que compreendo melhor.

Queriam o quê? Que o primeiro ministro, no momento do amplexo, deixasse escapar um "Exmo. Senhor Dr. Durão Barroso, considero este momento como um dos mais agradáveis da minha vida política. Foi esplendoroso".

Eu gostei do "porreiro, pá".

Espero que numa ocasião menos feliz, lhe saia um "isto foi uma merda".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hélderes

por jonasnuts, em 21.10.07
Há 15 dias, na A17, a estrear a A17, por sinal.
Íamos na faixa da esquerda, a passar uma carrinha Audi. De repente, imediatamente antes de passarmos a carrinha, esta assinala pisca para a esquerda e começa, sem razão aparente, a chegar-se para a faixa onde íamos. Atalhou caminho, voltou à sua faixa, assinalando o facto com o pisca da direita.

Quando passámos por eles, olhei-os com insistência.

Como eram? - Perguntou ele.
Eram uns Hélderes - Respondi eu.
Vamos fugir desses gajos, que são um perigo - Acrescenta ele.

Fugimos.

10 Km mais tarde, os Hélderes param na berma, saem do carro, colocam o chapéu típico da farda da polícia de trânsito, e sacam-nos €300. Disponibilizam vários métodos de pagamento. Cheque, multibanco, visa.

Uns modernaços, estes evangelizadores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já aqui falei do que penso sobre algumas das competências técnicas do "nosso" procurador geral da República. Referi-me na altura à opinião que o senhor tinha emitido sobre essa corja de difamadores anónimos constituída pela blogosfera portuguesa. O senhor referiu-se aos Blogs como sendo "uma vergonha...tem que ter um mínimo de dignidade, e eu não estou para me maçar".

Portanto, o senhor não sabe o que é um Blog. O que, nos dias que correm, é sinal de ignorância grave. Está a precisar de um choque tecnológico.

Agora vem queixar-se de uns ruídos no telemóvel.

Ó senhor, isso não são escutas, é estática.
Ou isso, ou andamos todos sob escuta.

Assim sendo, não é de estranhar que o site da procuradora geral da República, as actualizações que se impõem, não sejam feitas, e este seja o CV disponível, e online neste preciso momento:




O actual procurador, não consta. Será prenúncio?

Autoria e outros dados (tags, etc)






subscrever feeds


Arquivo