Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Escolas

por jonasnuts, em 24.04.08
A pensar no futuro, ando a "ver" escolas. A escola do meu filho só tem até ao 6º ano pelo que, no 7º vai ter ir para outra escola.

Eu sei, ainda faltam dois anos e tal, mas se eu optar pelo privado, não estou adiantada, porque as inscrições são, frequentemente, muito antes. Prefiro ter tempo para pensar com calma, pesar os prós e os contras, falar com outras pessoas, partilhar experiências e rezar para que tudo corra bem.

A primeira questão é, público ou privado?

Tem andado sempre no privado, mas não ponho de lado a hipótese de o pôr numa escola pública. Depende da qualidade da escola (qualidade de ensino, das instalações, a comida, a segurança, etc.). Conheço muitas escolas privadas em que o que se paga não corresponde (nem pouco mais ou menos) à qualidade do serviço que é prestado, e haverá casos de muito boas escolas públicas.

Como é que se faz a coisa para que não seja uma roleta russa?

Toda a gente me diz "é uma questão de sorte".

Sorte? Sorte uma merda, que eu não ando aqui a tentar dar-lhe o melhor, e depois deixar algo tão importante como a sua formação ao acaso da sorte.

Com base nisto, decido ir à procura de referências sobre o Liceu de Paço de Arcos (que nem se deve chamar assim), e não encontro nada, online. Como é que se sabe mais acerca de uma escola? São os rankings? É preciso ir à P.S.P daquela área perguntar qual é o índice de assaltos naquela zona?

O Ministério da Educação havia de ter um sítio qualquer onde disponibilizasse essa informação sobre as escolas. Área, cursos, professores, um ranking de assiduidade, fotos das instalações, quem é que fornece o catering, qual o ratio número de alunos/número de pessoal de apoio, criminalidade, associação de pais, ranking de classificação, etc. Tudo o que é relevante e que ajude uma mãe a decidir, em função daquilo que quer da escola do filho.

Ainda não me conformei com a ideia de que devo inscrevê-lo em qualquer lado, e esperar para ver se tive sorte.

Nunca gostei de lotarias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



24 comentários

Imagem de perfil

De Teresa a 24.04.2008 às 17:22

Tal como tu acho que nao seja uma questao de sorte...nao tenho filhos, mas acho que é um assunto demasiado importante para ser deixado assim à deriva do destino. Talvez seja bom falares com pessoas que tenham os filhos em escolas públicas e privadas da tua regiao e também com os próprios miúdos, afinal eles é que vao para a escola, também tem a sua opiniao.

Eu fiz a primária numa escola pública na Beira Baixa, mas depois mudei-me para Lisboa e os meus pais optaram por inscrever-me numa escola privada, nos Salesianos do Estoril, tenho a dizer que é uma escola muito boa e com professores excelentes, a mensalidade é puxada mas via-se melhorias nas instalaçoes e condiçoes de estudo para os alunos, o que já nao acontece noutros colégios da regiao.

É tudo uma questao de te informares, pode nao ser uma tarefa fácil, mas depois receberás a recompensa :)

Beijinho***
Sem imagem de perfil

De FlaviaPM a 24.04.2008 às 18:00

Eu tenho o mesmo problema só que com os infantários. Não achei ainda nenhum que me desse boas informações pela internet. Pelo visto tenho que ir a cada um deles verificar as condições.
É sempre impossível conseguir boas informações em sites sobre as opções de ensino para crianças.
Se fosse para as licenciaturas era muito mais fácil! Mas aí não somos nós que escolhemos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.04.2008 às 18:12

Normalmente as escolas têm todas um site bem jeitoso com algumas fotos e com algum do trabalho desenvolvido pelos professores e alunos.
Sou professora há algum tempo e lamento informar, mas a melhor forma de conhecer uma escola é ir conhecê-la pessoalmente. Entrar nas salas, no recreio, no refeitório, falar com a coordenadora... Normalmente não há nenhuma oposição nenhuma.

Raquel
Imagem de perfil

De dottoratoamilano a 24.04.2008 às 21:07

Hmm... sabes, sinceramente acho que a coisa não muda tanto, dentro do ensino público. No público (do qual sou grande defensor), apanha-se de tudo: bons e maus colegas, alguns assaltos por vezes, bons e maus professores, ricos e pobres. Mas acho que isso tudo faz falta para moldar uma personalidade (pelo menos moldou a minha). A maneira como olho para uma escola privada (isto sem ainda ser pai, claro :P) é a que estás a pôr o teu filho numa bolha protectora.

Claro está que há escolas de onde se deve fugir, como é óbvio: crime a mais, por exemplo; mas isso são excepções.

Não sei bem de que zona és, mas visto vir de uma família de professores, se quiseres alguma informação sobre alguma escola, pede (pede ao Phil o meu mail)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 24.04.2008 às 21:47

Hum... tenho algumas dúvidas de que conseguisse, numa escola pública, o tipo de serviço que me presta a escola que o meu filho frequenta neste momento.

Concordo contigo, na diversidade (de colegas) é que está o ganho, e a primeira escola do meu filho, não sendo pública, era uma ISSCP (whatever), pelo que tinha de tudo, e foi óptimo. Mas era pequenino.

É uma bolha protectora, de facto, mas acho que prefiro protegê-lo a pô-lo num ambiente em que tem meninos da mesma idade, mais os outros 3 ou 4 anos mais velhos que foram ficando para trás, e que são difíceis, e, como se sabe, dois ou três putos mais difíceis "estragam" uma turma.

Acho que te vais arrepender da oferta, porque eu vou aproveitá-la :)
Sem imagem de perfil

De João Lúcio a 24.04.2008 às 21:36

Está em www.eslfb.pt. Andei lá do 7º ao 9º, embora nos barracões (demolidos pouco depois de ter saído). Não faço a mínima como estão as coisas agora, mas passo lá regularmente e nunca vi nada de "demasiado estranho" cá fora.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 24.04.2008 às 21:43

Nope, esse é mais abaixo.
Eu refiro-me à Joaquim Barros :)

Seja como for, é bom saber que existe uma alternativa relativamente perto. E os professores?
Sem imagem de perfil

De António Manuel Dias a 24.04.2008 às 21:57

Para ver os sítios web das escolas públicas podes consultar o roteiro das escolas: http://www.giase.min-edu.pt/roteiro0607/

Já agora, a Escola Secundária Luís Freitas Branco, 3º Ciclo, em Paço de Arcos, está aqui: http://www.eslfb.pt/ . O site tem bom aspecto... e eu penso que nas escolas públicas aprende-se muito mais a viver do que nas privadas, mas pode ser apenas preconceito.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 24.04.2008 às 22:01

Eu acho que é apenas preconceito. Não se aprende a viver nem melhor nem pior. Eu andei sempre em escolas privadas, e não sou uma flor de estufa :)
Sem imagem de perfil

De Inês a 25.04.2008 às 22:40

Olá!

Pelo menos, na primária, sou completamente pró-oficial. O "meu mai novo" vai agora para o 1º ano e o "mai velho" segue para o 3º. Estou satisfeitíssima; acredito mesmo que não sentiria o mesmo se eles estivessem no particular.
A escolha da escola veio das experiências dos amigos, o boca-em-boca, as idas à escola para ver instalações, etc. Mas a decisão veio da "publicidade" feita por gente que lá tinha os filhos assim como de outras gentes que trabalham com escolas e que têm opinião crítica a dar.
Entretanto, como sou galinha e gosto de me envolver nas coisas, integrei a Associação de Pais (sim, eu é que sou a presidente da junta...) que tem uma fortíssima presença na escola. Assim, sei que posso intervir activamente não deixando que a "sorte" dite o destino.

O meu conselho: procurar pais que conheçam a escola, ir ao Agrupamento pedir informações, visitar a escola. No fundo, no fundo, ser muito chata.
Sem imagem de perfil

De ap a 14.05.2008 às 01:03

Peço desculpa por me meter num assunto mais pessoal mas, tendo em conta que colocou assim a questão, deixe-me falar-lhe um pouco da minha experiência. A escolha deverá ser pensada em função da criança. É que a minha filha mais velha fez o 1º ciclo num Jardim-Escola João de Deus e deu-se lindamente; adorava a escola. Como sempre pensámos que deveriamos oferecer as mesmas oportunidades às nossas filhas, resolvemos lá colocar também a mais nova. Arrependemo-nos IMENSO! Sendo uma criança tímida, fechou-se ainda mais e entristecia a cada dia. Após um ano de sofrimento, considerámos a hipótese de a colocarmos numa escola pública e foi o melhor que poderíamos ter feito! Duas crianças diferentes; duas opções distintas e pouco teve a ver com a qualidade do ensino ministrado. Foi mais uma questão de estilo, de vivências. É claro que não falo de Lisboa, mas do Interior do país... Sinceramente, não sei se a questão se poderá colocar da mesma forma. Mas, como professora, asseguro-lhe que a qualidade existe em muitas escolas. Por vezes as escolas privadas conseguem é esconder a sua falta com bonitas batas e pátios floridos...
Sem imagem de perfil

De ananeves a 19.05.2008 às 13:37

O meu filhote ainda não chegou à idade de termos de escolher uma escola. No entanto, é um assunto que me angustia um pouco exactamente pela falta de informação disponível sobre o assunto. Afinal, uma pessoa tem escolha mas não tem informação ou dados disponíveis para informar essa escolha.

Em Inglaterra, havia um problema muito semelhante no que diz respeito à saúde. Os cidadãos podem escolher o médico ou o hospital onde querem ser tratados no âmbito do Serviço Nacional de Saúde (NHS). Infelizmente, e com excepção dos hieroglifos disponibilizados pelo Ministério da Saúde nos seus relatórios anuais, não havia informação que ajudasse à escolha.

Isto mudou desde que foi lançado o Patient Opinion (http://www.patientopinion.org.uk/). Este site permite aos cidadãos falarem da sua experiência de utilização dos serviços de saúde públicos de forma a que outros possam fazer escolhas informadas.

O site já recebeu diversos prémios e, correndo o risco de parcialidade (já que trabalho na empresa que o construiu - www.headshift.com), é um exemplo de como usar ferramentas sociais para democratizar o acesso à informação e dar mais poder ao povo :-)
Sem imagem de perfil

De Tomás a 12.02.2009 às 20:01

Eu penso que as escolas privadas têm sempre bastantes vantagens em relação às públicas. Eu andei no Colégio Vasco da Gama em miúdo e gostei muito do nível de exigência. E soube-o porque lá sempre fui aluno médio e quando mudei depois para a secundaria da portela de sintra passei a ser um aluno excelente.
Actualmente tenho dois filhos no Vasco da Gama e continuo a estar bastante satisfeito. É certo que a mensalidade é mesmo muito puxada (cerca de 700 mensais para cada um deles) mas no meu entender compensa. E quando eles estiverem para ir para o secundario vou pô-los numa privada, possivelmente os salesianos do estoril. No pouco tempo que tive na escola publica só fiquei com mas impressoes. Greves atrás de greves , faltas dos professores, desleixo generalizado, roubos e ameaças, armas brancas, uma lista infindavel de coisas. Acho que essas coisas não nos «preparam para a vida», como afirmam algumas pessoas neste forum. Acho que essas coisas distraem alunos e professores do que realmente interessa. É certo que no privado também há situações indevidas, mas só me aconteceu uma vez, um aluno levou uma navalha e ameaçou outro. No dia a seguir estava expulso do colegio. Remedio santo.
Sem imagem de perfil

De susana a 11.01.2010 às 12:41

A pensar num futuro próximo .... ando com o mesmo dilema. Onde inscrever os meu filhos no 1ºCiclo ?Escola pública/privada? Pertencemos à de Ouressa em Mem-Martins à qual falam mto mal do Corpo Docente assim como do ambiente escolar.E andámos a ver o coégio Vasco da Gama em Meleças ... ao qual não tem termo de comparação com mais nenhuma escola que vimos até à data, assim como de um ambiente que apesar do elevado nº de alunos, parece super familiar. O que realmente pesa é o valor das mensalidades/matrículas. Um valor um tanto ao quanto exorbitante!!!!! Mas até que ponto compensa? O Grau de exigência será assim tão elevado? Ficarão mais bem preparados para que de hoje para amanhã tenham um futuro mais risonho? Também pensamos no conforto deles...Sintra zona húmida fria ... e lá parece tudo tão acolhedor ...... Afinal de contas passam lá cerca de 8 horas/dia durante 10 meses! Mas estamos fartos e fartinhos de fazer contas e o orçamento familiar parece não esticar !!! :-(
Sem imagem de perfil

De Nuno a 12.03.2011 às 19:41

Olá Susana,

Como deve calcular, como pais, também estamos com o mesmo dilema, acho que passamos mesmo todos por isso. Que escola? Publica/privada? Bem, pertencemos igualmente a escola do 1º ciclo de Ouressa da qual não temos sequer referencias. No entanto faz referencia ao Vasco da Gama e porque só agora começa-mos a ver as escolas do concelho, qual é o valor da mensalidade?

Obrigado pela resposta, se possível directamente para o e-mail nuno.monica@netcabo.pt
Sem imagem de perfil

De Cláudia Rosado a 19.06.2012 às 18:21

Olá!
Eu hoje deparei-me com o mesmo problema mas neste caso o meu filha entra já este ano para o 7ºano. Como tenho azar ao jogo resolvi perguntar ao Google na esperança que mais alguém a tenha colocado. A minha questão é precisamente sobre a Escola Secundária Luís de Freitas Branco. Alguém sabe me dar alguma referencia sobre a dita escola? Agradeço desde já a atenção :)

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo