Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Boatos

por jonasnuts, em 05.04.08
Sou uma pessoa frontal. O que tenho a dizer digo, de preferência cara-a-cara com o destinatário da minha opinião. Ser desta forma tem vantagens e desvantagens. A vantagem é que toda a gente sabe com o que conta, a desvantagem é que toda a gente sabe com o que conta. Paga-se um preço. O saldo, tem sido positivo, e nesta altura do campeonato até a minha mãezinha já perdeu a esperança de me tornar um bocadinho mais diplomática.

Mais, não me assusta o confronto. Muitas vezes nada como um bom confronto para limpar os ares, arejar espaços, pôr as coisas em pratos limpos.

Ora, estas duas características juntas podem ser um bocado cáusticas e explosivas. Again, paga-se um preço.

Vou ainda mais longe. Gosto de pessoas assim. Mesmo que não sejam da mesma opinião que eu, mesmo que não gostem de mim. Prefiro de longe alguém que me diz cara-a-cara que não gosta de mim (nem precisa de ter uma razão em especial) do que alguém que seja um falinhas mansas pela frente, umas anémonas como eu lhes chamo, e que por trás dizem cobras e lagartos. Normalmente estas coisas sabem-se, pelas costas dos outros vemos as nossas, e desmascara-se essa pessoa.

Há no entanto algo com que tenho dificuldade em lidar. Os que são suficientemente inteligentes e dissimulados para nunca se denunciarem, e que usam uma táctica baixa, como eles, do toca e foge, de colocarem boatos a circular. Ouvi dizer, fulano comentou, parece-me que, alegadamente......

Como é que se pega um boato pelos cornos? Como é que se dá uma esfrega no rumor? E um coice no boateiro?

Das duas uma, ou sabemos sem margem para dúvida quem originou o boato e aplicamos a táctica do coice, quiçá literalmente ou não sabemos e torna-se difícil. Deve ser como apagar muitos pequenos fogos, com uma bisnaga de Carnaval.

Dizem-me vozes mais sábias que boatos falsos acerca de alguém ou de alguma coisa são bons sinais. Significam que este método foi o único encontrado para tentar deitar abaixo.

Pode ser que sim, mas eu, mais terra-a-terra, gostava de apanhar o boateiro a jeito, prefiro o método do coice, quiçá literal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



18 comentários

Sem imagem de perfil

De Crisálida a 05.04.2008 às 02:43

Jonas!!! Me empresta esse teu post? Era TUDO que eu queria dizer, mas não tinha conseguido expressar! Preciso postar ele no meu blog! Posso?

Por essas e outras que sou viciada no teu blog! lol
Imagem de perfil

De jonasnuts a 05.04.2008 às 12:24

à vontade :)
Sem imagem de perfil

De Gustavo Pimenta a 05.04.2008 às 08:48

Revejo-me completamente no que dizes sobre a frontalidade, mas ao longo dos anos fui-me apercebendo que há um grande senão neste tipo de atitude: por vezes magoamos as pessoas de quem mais gostamos quando o nosso objectivo é exactamente o contrário.

Quanto mais gosto ou tenho respeito por uma pessoa mais frontal sou. Tento é fazer um esforço para falar na altura certa e para controlar a intensidade com que digo as "coisas". Escusado será dizer que muitas vezes o meu conhecido mau-feitio se sobrepõe a essas tentativas de moderação...
Imagem de perfil

De * * Grilinha * * a 05.04.2008 às 14:22

Chiça que por mementos pensei que anda a escrever os meus pensamentos noutro blog.

Afinal cheguei á conclusão de que temos mais uma caracteristica em comum.

Já não bastava o "mau feitio" que até somos "frontais e directas".

Eu costumo dizer que "prefiro perder um amigo do que uma oportunidade".
Não consigo ter nada entalado e a remoer.

Os filhos sabem que sou assim e quando se apercebem que há alguma conversa ou assunto que não está esclarecido ou não me agrada, já sabem que eu vou deitar fogo até esclarecer tudo.

O que eles se queixam é que eu digo tudo "alto e bom som" e preferiam mais baixinho. Não consigo.

Talvez por deitarmos tudo cá para fora não somos "recalcadas" como muitos coitados/as que por aí andam a remoer os assuntos nas costas dos ditos.

Bom Fim de Semana (pena ser sem sol)
Imagem de perfil

De * * Grilinha * * a 05.04.2008 às 14:24

Aquela expressão do "entalado" (salvo seja) saiu-me um bocado mal mas, já está ... já está!!!
Sem imagem de perfil

De lidia sousa a 11.04.2010 às 18:36

tenho uma homónima que pensa como eu, pois odeio os boatos e não sei como combate-los. Os especialistas mais conhecidos de fazer boatos e criar factos políticos toda a gente sabe quem são, mas os mais influentes pois a própria comunicação social os acoberta, e servem-lhe de suporte para fazerem primeiras páginas. Falo obviamente de Paulo Portas e Marcelo Rebelo de Sousa. Seguem-se o sinistro Pacheco Pereira e alguns bloguistas . Também um tal Pedro Lomba entra na dança mas mais ás claras e assim está bem, não lança boatos mas sim calunias.
Imagem de perfil

De Jorge Soares a 05.04.2008 às 14:37

Jonas... a minha vénia!

Jorge

Sem imagem de perfil

De puros*instantes a 05.04.2008 às 16:21

Olá...

Partilho inteiramente este post...

Fantástica capacidade de expressão:

Voltarei...
Sem imagem de perfil

De jose silva a 05.04.2009 às 17:49

é não é?tambem gostava de saber expressar assim
Imagem de perfil

De Miss Pepper a 05.04.2008 às 22:33

Não podia concordar mais contigo. Sou uma pessoa frontal e que prefere a verdade crua e dura, independentemente dos dissabores que possam trazer. Detesto hipocrisias e "pancadinhas nas costas".
Quanto aos boatos, merecem tanta importância como aqueles que os puseram a circular. No entanto, reconheço que muitas vezes apeteça dar um "punch in the nose" certeiro...
Sem imagem de perfil

De jose silva a 05.04.2009 às 17:48

sim,mas sem dar importancia,tb já vi as pessoas só darem conta quando esses doentes mentais já armaram o que queriam contra elas,e muitas vezes destroiem vidas,casamentos,empregos,mandam para a cadeia....com ajuda da lei ceguinha....ve-se todos os dias,sabes? tb devemos estar atentos ao que se passa,é muito util sabermos os proximos passos do manipuladores dissimulados que,no meu caso são as "santas"vizinhas que me tem feito a vida negra,nem sabes como tenho perdido por ignorar o que se passa á minha volta
Sem imagem de perfil

De Planeta Gifs e Jogos a 06.04.2008 às 19:59

Olá,
Eu gostei do seu site e gostaria de fazer parceria com vc, posso colocar seu link em meu site e gostaria que vc tbm colocasse o meu link no seu site.


Esse é meu o códio do button:


Image
(http://www.planetagifsejogos.hpg.com.br)


Abraços!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 06.04.2008 às 22:04

Obrigada, mas não, obrigada.

Sem imagem de perfil

De a.almeida a 07.04.2008 às 12:23

A frontalidade é muito bonita. Quem não gosta de se considerar frontal.
A frontalidade, porém, é um estado de espírito e nem sempre de exercício.
Posso ser frontal no dia a dia, com a esposa, com os filhos, como os amigos, mas se calhar não posso sê-lo com o chefe, sob pena de ser desconsiderado em todos os aspectos da minha ligação com a empresa e em última instância ser posto na rua. Provavelmente o chefe, o boss, o CEO, o administrador, o manda-chuva e outros mais que detêm o poder e as decisões, são frontais, consideram-se frontais e exercem essa frontalidade e sentem-se bem. Logo, a frontalidade e o seu exercício derivam de factores de poder e subjugação, podendo ser praticada ou reprimida, a exemplo de tantos outros direitos, liberdades e garantias.
Imagem de perfil

De shark a 07.04.2008 às 14:39

Ainda no outro dia me confrontei com esse problema da frontalidade quando dei com a minha vista tresmalhada num ponto qualquer da anatomia de uma vizinha minha dentro do elevador.
E pensei: se calhar, uma atitude frontal da minha parte até caía bem e podiam daí derivar excelentes e melhoradas relações de vizinhança.
Mas depois pensei melhor: e se a vizinha abraça com tanto fervor a frontalidade e dá-lhe para partilhar com o marido as circunstâncias desta sua revelação?
Fiquei sem saber muito bem o que fazer no próximo encontro fortuito com a protagonista, mas algo me diz que vou manter o olhar sob rédea curta, pousado num ponto qualquer do infinito ascensor.

Os boatos que nos visam são fixes. A indiferença generalizada é bem pior. :)
Sem imagem de perfil

De Paula Silva a 04.08.2008 às 21:12

adorei e vou inserir no meu blog, e revejo-me pois também eu sou frontal chegando por vezes a ser rude, ah e concordo também com o comentário da grilinha
Sem imagem de perfil

De lidia santos almeida sousa a 16.07.2009 às 17:42

Estou cada vez mais desiludida com os procuradores do Ministério Público comandados por um sindicalista chamado Palma que pouco devem trabalhar, pois os processos levam uma eternidade a ser resolvidos e estão constantemente a fornecer á imprensa e televisões documentos em segredo de justiça. O Procurador Geral que aparentemente deveria ser o responsável pelo trabalho e comportamento destes Srs. nada faz, sendo pior que o seu antecessor Souto Moura. Que falta faz o Dr. Cunha Rodrigues pois durante os seus mandatos esta bagunça não existia. Já participei este caco ao Presidente da Republica mas de nada serviu. PELOS VISTOS ESTES Srs. SÃO UMA ESPÉCIE DE deus ex-maquina EM QUEM NINGUÉM MANDA. Será necessária uma revolução para estes Srs. fazerem aquilo para que o povo lhes paga e não é pouco pois têm todas as regalias e até na Saúde são tratados no Hospital particular da Luz enquanto os contribuintes que lhes pagam vão ao SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE basta111111111

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo