Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Boatos

Sou uma pessoa frontal. O que tenho a dizer digo, de preferência cara-a-cara com o destinatário da minha opinião. Ser desta forma tem vantagens e desvantagens. A vantagem é que toda a gente sabe com o que conta, a desvantagem é que toda a gente sabe com o que conta. Paga-se um preço. O saldo, tem sido positivo, e nesta altura do campeonato até a minha mãezinha já perdeu a esperança de me tornar um bocadinho mais diplomática.

Mais, não me assusta o confronto. Muitas vezes nada como um bom confronto para limpar os ares, arejar espaços, pôr as coisas em pratos limpos.

Ora, estas duas características juntas podem ser um bocado cáusticas e explosivas. Again, paga-se um preço.

Vou ainda mais longe. Gosto de pessoas assim. Mesmo que não sejam da mesma opinião que eu, mesmo que não gostem de mim. Prefiro de longe alguém que me diz cara-a-cara que não gosta de mim (nem precisa de ter uma razão em especial) do que alguém que seja um falinhas mansas pela frente, umas anémonas como eu lhes chamo, e que por trás dizem cobras e lagartos. Normalmente estas coisas sabem-se, pelas costas dos outros vemos as nossas, e desmascara-se essa pessoa.

Há no entanto algo com que tenho dificuldade em lidar. Os que são suficientemente inteligentes e dissimulados para nunca se denunciarem, e que usam uma táctica baixa, como eles, do toca e foge, de colocarem boatos a circular. Ouvi dizer, fulano comentou, parece-me que, alegadamente......

Como é que se pega um boato pelos cornos? Como é que se dá uma esfrega no rumor? E um coice no boateiro?

Das duas uma, ou sabemos sem margem para dúvida quem originou o boato e aplicamos a táctica do coice, quiçá literalmente ou não sabemos e torna-se difícil. Deve ser como apagar muitos pequenos fogos, com uma bisnaga de Carnaval.

Dizem-me vozes mais sábias que boatos falsos acerca de alguém ou de alguma coisa são bons sinais. Significam que este método foi o único encontrado para tentar deitar abaixo.

Pode ser que sim, mas eu, mais terra-a-terra, gostava de apanhar o boateiro a jeito, prefiro o método do coice, quiçá literal.

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D