Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Olho por olho...

por jonasnuts, em 28.01.08
Quando uma empresa onde trabalham centenas de pessoas, sabendo da entrada em vigor da nova lei que proíbe fumar em espaços de trabalho, não tenta criar as condições para que os seus trabalhadores que fumam possam fazê-lo, dentro da lei, está a pedi-las.

Quando a primeira coisa que essa empresa faz, assim que sai a lei, é mandar pôr fechaduras nas portas que dão acesso aos terraços, está a pedi-las.

Quando os mesmos fundamentalistas que põem fechaduras nas portas do terraço alegam motivos de segurança, estão a pedi-las.

Depois queixam-se de que cheira a fumo, por aí.

Senhores da segurança do edifício, se querem ser realmente eficazes, em vez de andarem a pôr fechaduras nas portas dos terraços (e foram, tão solícitos e rápidos, ao contrário do que é habitual), podiam por exemplo descobrir onde é que pára o último monitor a desaparecer de um gabinete.

Autoria e outros dados (tags, etc)



28 comentários

Sem imagem de perfil

De Cardozo a 28.01.2008 às 14:34

Eu demitia-me!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 15:11

Enquanto as vantagens forem maiores que as desvantagens, e enquanto eu não for rica e precisar de dinheiro ao fim do mês para aquelas coisas triviais como comida, escola do puto, roupa e demais superficialidades, vou ficando.

Imagem de perfil

De * * Grilinha * * a 28.01.2008 às 15:27

Acendam isqueiros junto aos detectores de incêndio de meia em meia hora.

Vão abrir as portas do terraço rapidamente.

O terraço não faz parte da zona de fuga em caso de incêndio ou inundação?

A Inspecção Geral de Trabalho serve tb para alertar os (i)responsáveis das empresas que estão a lidar com seres humanos e não com caixotes ou pastas.

Eu sempre fui uma Responsável de Recursos Humanos revolucionária mas sabia separar o que estava certo e errado para os trabalhadores e para a entidade patronal.

revolta-me ver estes responsáveis de gabinete tomarem atitudes estúpidas.

Foi só mais um desbafo ou umas achas para a fogueira
Sem imagem de perfil

De Alcides Fonseca a 28.01.2008 às 15:36

Eu acho que devia ser proíbido fumar durante o horário de trabalho, quer seja num espaço fechado ou não.

E se alguém não consegue estar esse tempo sem fumar, é porque é um viciado e devia ser desintoxicado.

Sim, sou muito drástico neste assunto.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 15:40

E gosto de ver que és drástico com os vícios dos outros. Fantástico.

Sabes, eu não tenho horário de trabalho. Quem trabalha com Internet, não tem horário de trabalho. Essa coisa do horário de expediente, pelo menos nesta área de negócio, é uma coisa ultrapassada. E também não tenho obrigatoriedade de permanecer num sítio específico. Esses conceitos estão ultrapassados. E as ideias de proibir as pessoas de fazerem tudo e mais alguma coisa, felizmente, também estão ultrapassadas.

Actualize o espírito senhor :)
Sem imagem de perfil

De Alcides Fonseca a 28.01.2008 às 15:48

Por alguém razão eu não falei em horário de expediente, nem local de trabalho (embora aí também acho por razões óbvias).

E sou drástico com os vícios dos outros que me estragam a saúde quando não têm razão nenhuma de o ser (como o tabaco). Já o café, como não me afecta, cada um se pode viciar nele à vontade.

Já agora, meio offtopic, também permitias ao garoto fumar?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 16:04

Mas o que é que o facto de eu ir ao terraço fumar um cigarro, seja a que hora for, colide com a tua saúde?
E já agora, o que é que o horário de trabalho tem a ver com o assunto? A tua saúde, a ser prejudicada, só o é durante o tempo em que estás a trabalhar?

E por último, o que é que o meu filho, que não é viciado em tabaco, tem a ver com isto tudo? Não se trata de deixar fumar quem nunca fumou, trata-se de criar condições para, sem prejudicar terceiros, permitir a quem fuma poder fazê-lo, legalmente.



Sem imagem de perfil

De Alcides Fonseca a 28.01.2008 às 16:17

Gerar monóxido de carbono, ainda por cima num centro urbano, é poluição que contribui para prejudicar a saúde de qualquer um. Não é só por não se estar a fumar para cima de alguém, que não se prejudica a saúde.

Por isso é que acho que fumar devia ser ilegal, e até tanto outra droga (cocaína, haxixe, etc). Não há grande diferença.

(já agora, isto não está a guardar os meus dados em cookies, no meu caso que não tenho blog nos novos blogs do sapo)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 16:27

(A cena dos cookies ainda não está activada).


Ah, mas se é pelo bom ambiente já percebo.
Presumo que sejas igualmente contra a carne de vaca (os gases emitidos pela digestão das vacas é um dos maiores poluentes do mundo), e contra todo e qualquer meio de transporte ou locomoção que polua (motas, carros, autocarros, barcos, aviões, camionetas, camiões e afins), e já agora...... os computadores também poluem, e os telemóveis, e a maioria das coisas que fazemos no dia-a-dia.

Vamos voltar à idade da pedra, sim?

O argumento da poluição, no que à lei do tabaco diz respeito, não cola. Uma voltinha ao quarteirão num qualquer automóvel equivale ao que eu fumo num ano.

Vá, arranja lá argumentos de jeito para que eu não posso fumar, ao ar livre, durante o horário de trabalho.

Não te preocupes, eu estou sentada.
Sem imagem de perfil

De Alcides Fonseca a 28.01.2008 às 17:12

Eu não ando de carro se não precisar. Eu nem ando quase de autocarro, ando a pé e demoro o mesmo tempo. Agora se precisar, ando.

E que eu saiba ninguém precisa de fumar. A não ser que seja um viciado.

E então porque é que a lei proíbe as drogas? nao devia proibir o tabaco pelos mesmo motivos?

(não estou a dizer que as empresas devam fugir a lei, mas que a lei seja mais rigorosa!)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 17:23

Eu também não fumo, se não precisar.

Mas a questão que levantaste não é essa. A questão é que é poluente.
Mas quando andas de carro, porque precisas, já não faz mal poluir?

Sim, sou viciada em tabaco. E desde que o meu vício não te prejudique, não tens nada a ver com isso. E se és tão fundamentalista e não gostas de drogas, vai já a correr tirar do corpo todas as drogas que lá estão, a começar nas vacinas, passando pelos antibióticos e anti-inflamatórios que tiveste de tomar até hoje.

Das duas uma, ou és fundamentalista com tudo, ou então, se és fundamentalista apenas com os outros, não vais longe.

E a carninha de vaca? Não referiste o belo do bife. :)
Imagem de perfil

De pedrocs a 28.01.2008 às 18:09

Boa discussão. So uma nota:

"os gases emitidos pela digestão das vacas é um dos maiores poluentes do mundo"

Mito urbano, just so you know.
Sem imagem de perfil

De Alcides Fonseca a 28.01.2008 às 18:14

Como carne de vaca, porque preciso para ter uma boa alimentação (não acredito que uma dieta vegetariana seja saudavel) mas não fumo, não me drogo, não bebo café, não como pastilhas.

Quanto a alimentação sou mais descuidado, mas nada de vícios.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 18:17

Afinal em que ficamos?
És mais descuidado com a alimentação ou comes carne de vaca para ter uma boa alimentação?
Imagem de perfil

De pedrocs a 28.01.2008 às 18:35

Oh bacano, até eu que sou anti-tabaco estou a achar que tens o telhadinho brilhante de mais para estar a atirar pedras.

Ninguém é assim tão perfeitinho.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 18:42

Calma. É novo, e ainda acha que não ter quaisquer vícios é positivo :)

Mais..... ainda acha que não tem vícios :)
Sem imagem de perfil

De patricia.psi@gmail.com a 28.01.2008 às 19:23

"Não acreditas"? Mas já experimentaste ou essa crença é um palpite?
Eu não toco em nenhum tipo de carne (nem peixe nem animal nenhum) há mais de 7 anos e (curiosamente) a minha saúde nunca foi tão boa! Será coincidência?
Sem imagem de perfil

De iknowu a 29.01.2008 às 01:25

e pelo andar da carruagem, tb não f... és um bocado chato, deixa que te diga.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 18:14

Mas cheiram mal como ó caraças :)
Imagem de perfil

De pedrocs a 28.01.2008 às 18:35

True, that.
Sem imagem de perfil

De Crisálida a 28.01.2008 às 16:33

Mas a questão não é o que achamos nas nossas convicções pessoais, mas sim o que está na Lei. Acho que no ponto legal da questão que a Jonas está falando. O que qualquer um, inclusive ela, acha ou deixa de achar, não importa. O que importa é a Lei, seja a Lei do Tabaco, a Lei dos Direitos do cidadão, a Lei do Trabalho, enfim, as Leis que regulam a boa convivência nas relações. Ela está disposta à se adaptar à Lei, e a empresa parece que não está. E isso não me parece justo.

PS: Não sou fumante. :-)
Sem imagem de perfil

De Louise a 20.03.2008 às 00:20

Seu alcides o senhor já fumou cocaína???
ahUAHau
Sem imagem de perfil

De Crisálida a 28.01.2008 às 16:26

É verdade, porque a Lei proibe fumar em determinados lugares, mas não proibe um cidadão de fumar, se essa for sua vontade. A empresa que não adapta-se à Lei, está a discumprí-la, de qualquer forma, porque tal como fumar em ambiente de trabalho é proibido por Lei, proibir um cidadão de fumar, também é. Pode-se alegar que quem deve se adaptar é o fumante. Tudo bem... Mas o fumante que reinvindica que a empresa lhe dê condições de cumprir a Lei e ao mesmo tempo continuar tendo direito de fumar, não estaria justamente tentando se adaptar?

É um caso que merece um acordo simples, e se esse acordo não é feito, aquele que não está aberto à fazê-lo, começa a ultrapassar a linha do respeito, e a impor seu direito pela opressão, o que nunca é interessante se o oprimido, é justamente aquele que faz a empresa funcionar, ou seja, o funcionário. É muito pouco pelo preço que se paga ao ter um funcionário insatisfeito e sentindo-se lesado.

Imagem de perfil

De pedrocs a 28.01.2008 às 18:11

Essa cena do monitor é que é tramada! Como é que é possível? Ao longo dos anos fui confiando cada vez mais no espaço onde trabalhamos, se as coisas são assim lá volto a ter que deixar as gavetas trancadas e tudo acorrentado...

Sucks.
Sem imagem de perfil

De Patricia a 28.01.2008 às 19:33

Eu não fumo, e detesto que fumem ao pé de mim (eu sei que os fumadores não sentem, mas o tabaco tem um cheirro horrível que se entranha na pele, no cabelo e na roupa). Para além de que ninguém tem o direito de me obrigar a respirar fumo de tabaco (se o quisesse fazer, fumava), porque além de incomdar faz mal à saúde - ardem os olhos e a garganta, ainda por cima é potencialmente cancerígeno, mesmo em segunda mão.

Isto tudo para dizer que, estando a minha liberdade devidamente e finalmente protegida pela nova lei, também a liberdade dos fumadores assim tem de estar.

Portanto, a partir do momento em que fumam ao ar livre e sem incomodar ninguém, estão no seu direito (porque fumar não é ilegal). Impedir que alguém exerça um direito que lhe é garantido por lei (o direito de fumar ao ar livre), é fundamentalista, injusto e idiota por várias razões.
Imagem de perfil

De AnaD a 28.01.2008 às 22:01

Como não fumadora, concordo em absoluto ... neste mês de aplicação da lei já defendi mais fumadores do que no resto da minha vida inteira!


Fundamentalismos são perigosos e eisto está a tornar-se fundamentalismo.
Imagem de perfil

De pedrocs a 28.01.2008 às 22:14

Porra, se eu ganhasse um euro sempre que um fumador diz ou escreve a palavra fundamentalismo, estava multi-milionário.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.01.2008 às 22:23

E se eu ganhasse um cêntimo de cada vez que presencio uma atitude fundamentalista por parte de um não-fumador, depois de ter saído a lei, estava ainda mais milionária que tu :)

Comentar post






Arquivo