Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Maddie McCann

por jonasnuts, em 11.01.08
Acho que nunca falei do tema. E também não é hoje, verdade seja dita. Venho falar do folclore.

Cá em casa, onde moram dois putos, um de 9 e um de 8, não se vêem noticiários enquanto eles estão acordados. Não só porque as televisões estão ocupadas com outras prioridades, mas especialmente porque têm tempo, mais tarde, de conhecer os horrores do mundo que (n)os rodeia.  Não é criar uma redoma, e dar a imagem de um mundo perfeito, mas protegê-los do mais violento, do que ainda não têm capacidade para compreender (alguma vez terão? Eu ainda não tenho).

Ia de manhã com o meu puto no carro, a caminho da escola. A rádio do costume sintonizada. E de repente, no meio de um bloco publicitário sai a seguinte frase:

"Advogado português afirma saber que Maddie foi assassinada e sabe onde está o corpo. Em exclusivo na revista Lux".

Não é a primeira vez (longe disso) que esta revistinha usa spots de rádio sensacionalistas à volta deste tema, para vender mais uns números. Já tinha reparado antes. Já me tinha encaracolado antes.

Não há ninguém que cale aqueles senhores? Não há nenhuma autoridade que regule esta área tão florescente da imprensa portuguesa? Como é que é possível que haja dezenas de revistas destas, que impunemente exploram temas que deviam ser tratados de forma responsável?

Não me refiro ao gossip, saber quem anda com quem, quem é que fez as plásticas, quem é que engordou quem é que emagreceu, isso são temas light, mexeriquem o que quiserem.
Mas, e o resto, e a vida real? Pode ser assim tratada, explorada e monetizada impunemente?

Esta mania de importarmos as piores práticas lá de fora e não importarmos as boas, é uma coisa que me complica com o sistema nervoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Sem imagem de perfil

De Phil a 11.01.2008 às 12:01

Tá giro...também reparei nesse spot...é o poder dos grupos de comunicação. Acredito que a Dir. de Marketing da Rádio Comercial não quisesse passar esse spot. Contudo, a Lux é uma revista que faz parte do mesmo grupo da Rádio Comercial, a Media Capital e por isso, somos obrigados a ler com "certas e determinadas situações".

Aliás, não quero estar enganado, mas 90% dos spots da Lux na rádio desde Maio, são referentes ao caso Maddie...para quê, pergunto eu!
Imagem de perfil

De Saяa a 11.01.2008 às 12:13

Aí à uns tempos fiquei chocada com um desses anúncios , era igualzinho mas dizia qualquer coisa como "Ronaldo chora por causa de cancro da mãe" e diziam isto como quem diz Ronaldo tem uma nova namorada ou marcou um golo ou sei lá!!
Custa-me é perceber como alguém dá dinheiro a esses senhores...
Imagem de perfil

De silentvoices a 11.01.2008 às 13:00

O sensacionalismo das noticias, ou as noticias sensacionais! É de lamentar como o uso de uma arma tão poderosa como a escrita seja tão mal tratada!!!
Agora Joana, posso pedir-te um favor? Posso, posso, posso?!?! Dás-me 5 min . do teu tão precioso tempo para visitares o Silentvoices ? Porquê? Só e somente para dares uma vista de olhos aos meus 2 ultimos posts ... Sei que és uma das pessoas mais capaz de me ajudar!
Não, não ando à procura de um destaque (pelo menos para já, talvez depois de conseguir levar esse "movimento" a bom porto, e se a equipa do Sapo vir que o mereço)
Obrigado
Imagem de perfil

De jonasnuts a 11.01.2008 às 13:25

Quem é a Joana?
Imagem de perfil

De silentvoices a 11.01.2008 às 14:21

Jonas... Sorry!
Sem imagem de perfil

De rms a 11.01.2008 às 15:38

Comprar a Lux para ler sobre a Maddie é mais ou menos como comprar Maxmen para ler informação económica.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 11.01.2008 às 15:41

hihihihi

Mas os homens não compram a MaxMen por causa dos seus artigos de opinião?
Ou são outros os artigos mais procurados? :)
Sem imagem de perfil

De rms a 11.01.2008 às 15:51

Pessoalmente, nem por uns nem por outros... Prefiro a Men's Health lol!
Imagem de perfil

De Mamã Gansa a 11.01.2008 às 16:44

É isso e os anúncios aos filmes de terror nos intervalos de programas infantis na televisão....
Imagem de perfil

De jonasnuts a 11.01.2008 às 17:01

Sim, mas como a televisão lá em casa é usada para jogar consolas e ver DVDs, no meu caso o impacto dessas coisas é menor.

Mas sim, também já tinha dado por isso, não particularmente com os filmes de terror, mas com filmes com mortos e feridos e afins.

Comentar post






Arquivo