Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



British Airways

por jonasnuts, em 20.12.07
Então, com mais calma.

Toda a gente se queixa da TAP. Mas, se a comparação for com a BA, a TAP é muito melhor.

Já não me refiro às questões mais básicas como a qualidade da comida, as condições do avião e essas coisas. Refiro-me à simpatia e competência da equipa que nos recebe. Mecânicos, robots, sem um sorriso, e a tratarem-nos como gado. Se tenho os auscultadores nos ouvidos, enquanto oiço música no meu iPod, não tenho os olhos tapados, portanto não preciso duma palmada no braço, um esgar desagradável, e um gesto de repreensão, com o indicador apontado, em riste, para mim.

Mas o "mailindo" foi no regresso. Heathrow é um aeroporto nojento, superlotado, desorganizado e sujo. Resultado? Mais de uma hora para fazer um check-in que em Portugal teria demorado 15 minutos. Revistar bagagens, obrigatoriedade de descalçar sapatos, etc. Quando terminou o processo, já havia a indicação de que a porta de embarque estava prestes a fechar.

Corrida, para chegarmos a tempo. Como estão em obras, tivemos de parar a meio, para dar passagem a uns caramelos que estavam a chegar naquele momento, mais stress. Lá conseguimos chegar à porta que...... ainda não tinha sequer aberto.

Com aquela coisa toda, nem tive tempo de fumar um cigarro. Dirijo-me ao balcão, estavam duas senhoras. Pergunto educadamente, onde é que posso fumar um cigarro? Não pode, estamos num país livre do fumo, gargalhadas uma para a outra.

Fiquei tão irritada que voltei para trás. Sentei-me, respirei fundo, troquei impressões com ele, voltei a levantar-me e voltei ao balcão. Pedi o livro de reclamações. Não temos, mas a proibição de fumar é uma coisa do governo, não é uma coisa da BA, e eu respondi que não pretendia reclamar acerca da proibição, mas sim acerca da forma como ela tinha respondido à minha pergunta. Se era um "smoking free country" porque é que raio vendiam cigarros? E porque é que se podia fumar na rua? E porque é que se tinha desmanchado em gargalhadas com a colega depois de me responder?.

Desarmou ligeiramente, disse que não se podia fumar na rua, e então eu disse que nesse caso, era a polícia que era incompetente, porque eu tinha fumado na rua, e tinha visto imensa gente a fumar na rua. Levanta a voz, e pergunta ao caramelo que ia a passar, não se pode fumar na rua, pois não? E o caramelo responde; eu posso.

Pissed, fiquei pissed. Anotei ostensivamente o nome que trazia na placa identificativa, e perguntei se a BA, ao menos, tinha um endereço de mail. Disse que não sabia.

Mas tem, e já seguiu o mail. E a senhora chama-se Cheryl, e estava às 18h00 na porta 26, onde se processava o embarque para o voo BA 504.

Cabra! E se me estiver a ler, bitch!

Autoria e outros dados (tags, etc)



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel a 20.12.2007 às 15:59

Costumo apenas ler o seu blog mas vou quebrar o "radio silence": caramba, aplaudo de pé!
Aplaudo de pé o mandar vir com aquela malta inglesa toda, que bem merecem um puxão de orelhas enorme já lá vão alguns anos!
Acho muito bem que se indigne com essas faltas de tracto estúpidas e que ainda por cima vêm acompanhadas por gargalhadas.

Enfim, parabéns!
Sem imagem de perfil

De Carlos Andrade a 20.12.2007 às 16:54

1 de Janeiro is comming... enjoy while you can. :-D
Sem imagem de perfil

De gajo dos abraços a 20.12.2007 às 20:34

O gajedo é lixado. Mas confessa lá: se tivesse sido um bife tipo George Clooney a rir-se com o colega tipo não-sei-das-quantas, terias ficado tão irritada ;-) ?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 20.12.2007 às 21:20

Eu cá não discrimino sexos (nem outra coisa qualquer, já agora), o meu mau-feitio, quando nasce, é para todos :)
Imagem de perfil

De Mário a 20.12.2007 às 23:53

CONTRA OS BRETÕES MARCHAR MARCHAR!

Comentar post






Arquivo