Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Vou ali e já volto

por jonasnuts, em 14.12.07
Quer dizer, levo computador, telemóvel e afins, e sim, vou ver mail, e vou trabalhar. Mas vou ali a Londres e já volto (aceitam-se encomendas).

3 dias de "descanso", longe do caos, nessa cidade calma que é Londres.

Londres tem 2 inconvenientes, para mim.

Está cheia de ingleses. É como Paris, está cheia de franceses.
Não tenho nada contra os Ingleses, pelo contrário, aprecio (algum) humor, e respeito aquela fleuma (desde que seja entre eles), e pronto, há sempre a música, já a comida...... Não gosto da arrogância e claro, as generalizações são perigosas.

O 2º inconveniente é que eu, por causa dos putos cá de casa, praguejo imenso em inglês. Fuck, asshole, cuntface, são coisas que me saem pela boca fora quando os miúdos estão presentes, e por força do hábito, saem-me também quando estão ausentes. Ora, em Portugal isso não terá assim muita importância, mas em Londres são capazes de me perceber, não sei.

Vou ter de fazer como numa das últimas vezes que lá tive, com um enorme grupo de amigos.

Íamos no metro. Eu tinha (tenho?) a mania de organizar coisas, e "levei" uma série de colegas (que são as putas, mas neste caso não eram) a Londres. Aliás, levei não. Quem levou o grupo foi a Chichonas, essa prestigiada agência de viagens.

Anyway. Todos no metro, uns 10. Distribuídos pela carruagem, uns numas portas outros noutras. E eu com medo que alguém se perdesse. SAÍMOS NA PRÓXIMA, grito para um lado, e repito, de forma igualmente estridente, para o outro lado.

Reparei que as únicas pessoas que não olhavam para mim eram precisamente os meus companheiros de grupo. Claro está que fingiam não me conhecer, como se aquilo não tivesse sido com eles. De resto, todos os ingleses tinham colado os olhos em mim, e tinham aquele ar meio enojado meio enjoado, de superioridade insular (insular inglesa, que os Açoreanos são insulares e são 5 estrelas).

Portanto, vejo-me de repente a braços com um dilema que pode prejudicar a imagem de Portugal. E eu não queria provocar um incidente internacional. Mais para mais com os ingleses, que são os nossos mais antigos aliados (é sempre isto que se diz quando se fala dos ingleses, não é?).

Na altura, a única coisa que me ocorreu foi pedir desculpas. E foi o que fiz:

I'm sorry. We are spanish. We talk very loud.

E saímos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



15 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Aniceto a 14.12.2007 às 22:50

Boa! Devias ter sido nomeada na categoria Humor Geek!
Sem imagem de perfil

De Marco a 14.12.2007 às 23:12

I'm sorry. We are spanish. We talk very loud.

Lindo, não tenho nada contra eles até aprecio a cultura espanhola, mas foi genial. Parece que foi tirada do House.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 14.12.2007 às 23:22

Foi o que me saiu na altura, sob pressão :)

E o House ainda não existia :)
Sem imagem de perfil

De Carlos Andrade a 14.12.2007 às 23:34

"We are spanish"... essa é muito boa. :-D
Sem imagem de perfil

De Joao Beltrao a 15.12.2007 às 14:01

Shiiiiii!!! Essa memória de elefante :p
Foi um lindo momento, ah pois foi, que eu até estava lá e vi
Imagem de perfil

De jonasnuts a 15.12.2007 às 14:35

Pois, pois, mas olhaste para o ladu, puseste o ar mais british que conseguiste e, se não me engano, torceste o nariz.

Se não podias ter corroborado a história, com um Olé!

:)
Imagem de perfil

De Pedro Chichorro a 15.12.2007 às 14:40

É brídico! Safaste-te dessa vez, vê lá se não abusas da sorte nesta.
Porra, eu já nem me lembrava da Chichonas...
Sem imagem de perfil

De Sérgio Carvalho a 15.12.2007 às 17:21

A arrogância inglesa é só fachada. Quando consegues conhecê-los, e eu fiz Erasmus lá por isso conheço uns quantos, são tão simpáticos como os Portugueses transmontanos.

Agora, têm, e cultivam, uma atitude colectiva de superioridade intelectual que herdaram de serem potência colonial. Nisso não são diferentes dos franceses ou dos espanhóis. Têm é muito estilo nessa atitude. Bond, James Bond :-)

Atitude de superioridade irrita-me mesmo é a dos Alemães. E também falo com conhecimento de causa, depois de conhecer alguns alemães medíocres na sua área de trabalho e que se achavam melhores do que o Mundo.
Sem imagem de perfil

De Américo Dias a 15.12.2007 às 19:17

Boa táctica de praguejar em inglês... o único problema é que agora os miúdos aprendem inglês logo desde a primária. hehehe
Imagem de perfil

De jonasnuts a 15.12.2007 às 19:24

Pois, mas o francês (que também aprendi) não me dá tanto jeito :)
Imagem de perfil

De AnaD a 15.12.2007 às 19:30

Epá essa é das melhores que já ouvi ... logo eu que não vou à bola (nem a qualquer outro desporto) com os espanhóis ....

Ai Londres ... Londres ... se há cidade pela qual eu trocava a minha Lisboa sem sem os antípodas era mesmo a electrizante Londres ... saudades!
Imagem de perfil

De * * Grilinha * * a 15.12.2007 às 19:40



Boa viagem e aproveita bem o frio do Norte da Europa.

Eu tb não gosto (não vou á bola) dos ingleses.

Não te desculpes pois temos que assumir a nossa alegria e vivacidade de Latinos que somos.

Escusavas de ter mentido "mintirosa"

Quando a minha filha for em janeiro para Fontainebleau, espro ir lá passar uns dias a casa dela e nem me vou esforçar muito por falar francês.
Eles que se esforcem para me entender (não vai ser dificil pois já me constou que caixas de supermercado, taxistas e empregados de hotel são quase todos portgueses ou descendentes.

Bom Dia é o que eles irão ouvir.

Beijinhos

PS: Quase me esquecia de aproveitar a tua boleia para pedir uma prendinha.
Já que amanhã faço 50 anos podes trazer uma coisita apropriada á idade (perfumes adoro e lenços de seda tb)
Sem imagem de perfil

De Crisálida a 15.12.2007 às 21:43

hahahahaha
Essa foi ótima!

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo