Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Pareces uma miúda

por jonasnuts, em 13.11.07
Hoje à tarde, eram 16h30, fui buscar o meu filho à escola (bela hora para se ir buscar um filho à escola, como se aquilo não fosse o início da minha tarde), mas pronto.

Lá estava ele, no recreio, com mais 2, um da mesma sala, um da sala do ano anterior. Estavam a brincar com pneus, que faziam girar de uns para os outros.

Como era óbvio e inevitável (para mim), um dos pneus alterou a rota, entrando em rota de colisão, comigo. Nem tirei as mãos dos bolso. Levantei uma perna, e travei o pneu com um pé.

Ficaram os dois que não são meus a olhar para mim, à espera do raspanete, que não saiu. O meu nem pestanejou, já sabe que não me chateio com brincadeiras daquelas.

O miúdo da sala do meu filho, olha para mim e diz-me:
Tem piada, tu és mãe, mas pareces uma miúda. Tens um ar giro.
Porquê? Porque estou de calças de ganga e de ténis?
Sim, e porque não te zangaste. És parecida com a minha mãe, ela também é uma miúda gira.

Atenção, senhores que lêem este blog, comparar uma miúda gira com a própria mãe só funciona até aos 12, vá, 13 anos. Depois disso é considerado um dos maiores turn offs do universo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Crisálida a 15.11.2007 às 01:31

:-)))
As amiguinhas a minha filha pensam o mesmo de mim. :-) Uma já até batizou uma de suas bonecas com meu nome, em minha homenagem. Acho bom isso, porque de uma certa forma, acho que estabelece-se um vínculo à mais com os nossos filhos. Não ser tão distante do mundo deles. Acho isso muito importante.

Comentar post






Arquivo