Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Arrumadores de Lisboa

por jonasnuts, em 13.09.07
Há muito tempo que não há aqui um post relacionado com condução, nem com mau-feitio.

Este é um dois em um.

Qualquer pessoa que conduza em Lisboa já passou pela experiência de ter uns "arrumadores" a chamar a atenção para lugares óbvios, daqueles que ninguém deixa escapar, a fazer grandes sinalefas, somo se houvesse qualquer possibilidade do lugar escapar à vista. Gosto particularmente quando os senhores esbracejam no meio de um parque de estacionamento, onde é óbvio que há lugares (na maior parte dos casos, pelo menos) e onde nos é cobrado (muitíssimo, por sinal), por esse lugar. Nunca lhes dou dinheiro.

Só quando existe de facto uma mais valia é que dou uns trocos ao "arrumador". Se o lugar era invisível, ou se vai alguém a sair e eu não dei por isso.

Mas, o que me faz mais confusão, são aqueles caramelos que se põem a gritar "troça tudo, troça tudo, agora destroça para o outro lado". Quer dizer, eu nem na instrução precisava de ajuda para estacionar o carro, e conduzia um Mercedes 240D (grande direcção assistida), agora, que tenho um Smart, as instruções são obviamente desnecessárias.

Hoje apanhei um desses gritadores, esbracejadores. No lugar onde estacionei, cabiam 3 Smarts e o senhor insistia em berrar, como se não houvesse amanhã, como se eu estivesse prestes a atirar o carro de um precipício abaixo.

Não resisti. Abri a janela. Esperei que se aproximasse. Dei-lhe as boas tardes e perguntei:
- O senhor tem carta de condução?
- Não, não tenho.
- Eu tenho, muito obrigada.

E não, não lhe dei a moedinha. E sim, ele parou de esbracejar e de berrar.

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Sem imagem de perfil

De MJ Valente a 14.09.2007 às 01:33

Ainda me estou a rir da tua conversa com o arrumador. :D

Esses encontros com arrumadores são das poucas vezes que tenho instintos assassinos. (Até me envergonho um bocadixinho -- não muito.)
Imagem de perfil

De outrosdias a 14.09.2007 às 10:01

É que é mesmo tal e qual!
E a conversa... excelente!
Sem imagem de perfil

De Nuno Ferro a 14.09.2007 às 10:26

"destroce, destroce, destroce..."

:) lindo
Imagem de perfil

De pedrocs a 14.09.2007 às 11:43

E não, ele não te riscou o carro todo...?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 14.09.2007 às 11:46

Não.
Eu disse-lhe "até amanhã".
Ele está ali todos os dias, eu sei disso, e ele sabe disso.

Se me riscasse o carro (ou se alguém que não ele, me riscasse o carro) tínhamos o caldo entornado.
Sem imagem de perfil

De luis a 15.09.2007 às 00:37

ele podia era ajudar assim: já que é um smart, pegava nele e punha-o no lugar.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 15.09.2007 às 00:42

Pelo Smart até era capaz de dar, mas estás a esquecer-te de um detalhe.

Eu estava dentro do Smart :)
Imagem de perfil

De pedrocs a 16.09.2007 às 22:57

Aí estão duas ideias erradas.

1 - O Smart não é um carro leve! Só por ser pequeno, não é necessariamente leve. Pesa uns 800/900 kg.

2 - A Jonas não pesa duas toneladas! Nunca lhe peguei, mas tenho muita experiência com estas coisasa.
Sem imagem de perfil

De f.g.matins.hotmail.com a 21.09.2007 às 00:17

Sr. jonasnuts
Ao ler a sua experiencia senti muito saudosismo, pois como o Sr. antes de ter carta já conduzia "como quem diz" dava umas curvas num 240 D W115 do meu avô e que se calhar por ele já saber disso, tive o privilégio de ele me o oferecer. E sem querer ofender ninguém, quem teve o privilégio de conduzir um carro destes fica marcado para toda a vida.
Não vou comentar a anormalidade dos comentários dos arrumadores mas desculpe-me, tenho 31 anos, tirei a carta aos dezoito, conduzo desde os doze e descobri a sua "experiência" por andava a procura de um carro destes para comprar! Ainda hoje "vou com o pé" para travar o carro e "com a mão para destravar". Somos uns afortunados! Carro fantástico! Bem haja!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 21.09.2007 às 02:00

Caro f.g.martins,

Obrigada pelo seu comentário.

Algumas notas:
Não sou um senhor.
Nunca conduzi sem carta, aliás, aprendi a conduzir nas aulas de instrução.
Nenhum dos meus avós conduzia, acho mesmo que nunca tiveram carta de condução.

Tirando isso, o Smart é excelente, só é pena eu não ter optado pela versão com direcção assistida.

Comentar post






Arquivo